“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


24 de nov de 2008

Autoria não divulgada...



"
Intensidade é tudo, meio termo é nada.
Ou quente ou frio, o morno é abominável!
Eu gosto do risco. Na verdade, das pessoas que arriscam.

Admiro quem segue o coração mesmo quando sabe que, talvez, não seja a coisa mais certa a fazer. Isso porque me vejo neles.

Acredito que amar pode dar certo, acredito na felicidade acima de tudo, e, principalmente, acredito na vida e no que ela é capaz de me proporcionar.
Quero viver cada dia como se fosse o último.
Dar a cara à tapa mesmo!

Tenho milhões de defeitos...
Me provoque, me desafie, me tire do sério.
Mas, por favor, me faça sentir...

Eu quero amar, como se ninguém nunca me houvesse feito sofrer.
Dançar, como se ninguém estivesse olhando.
Cantar, como se ninguém estivesse ouvindo.
Viver, como se fosse no paraíso!

Eu quero rir até a barriga doer
Quem sabe chorar até dormir.
Adoro o pôr-do-sol, e a lua me encanta.

Eu sou quem dorme para o amanhã chegar mais rápido;
quem liga só pra escutar uma voz;
quem corre pra chegar mais rápido;
quem espera sem lembrar quanto tempo;
quem sonha acordada ou dormindo.

Bem ou mal eu sou assim...
Nem tão complicada demais, mas nem tão simples assim!"

Nenhum comentário: