“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


25 de nov de 2008

22:22



Horário? É invenção do tempo.
Tempo? É o momento que se vive.
Esse, com ele mesmo, o tempo, se desfaz!!
O vento o leva e, de volta, não traz...
Num coração desabitado, o momento jaz!!

Números? Lógica e exatidão.
Ambos não rimam com o tempo,
fazem conta, não cabem no coração!
Mas somam oito, que é par.
E par são 2!

No tempo que atravessa a vida,
os pares dão as mãos...ou não!
mudam de estado, de estação,
e nus da alegria, mas ardendo de emoção...
se despedem da estação já morrida!

♥ Denise

Nenhum comentário: