“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


15 de jul de 2012





Prefiro ser mais alegre do que triste...
dar atenção àquilo que sonho
e aprender com o que existe!

Ando devagar porque já tive pressa...
agora anseio de cada manhã
a presença da nova promessa!

A vida pede esses intervalos de felicidade!

14 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Lindo Dê...Aqui tá um dia ma-ra-vi-lho-so...com intervalos assim bem com escreveu! Há vida pulsando né lindona?!
Beijuuss n.a.

R. R. Barcellos disse...

Poesia que brota d'alma
De uma outra Poesia
E traduz em paz e calma
O viver de cada dia
Espalhando no caminho
O calor do seu carinho
Aquecendo a tarde fria...


Beijo, Denise

Milene Lima disse...

Eu também prefiro estar por aí a fabricar alegria... prefiro sim. Sugiro até um encontro para fabricarmos alegria juntas. Que tal?

Que sejam incontáveis os intervalos de felicidade.

Beijo, loira.

Denise disse...

SEMPRE há vida, até quando a pulsão de morte deixa de estar adormecida, né irmiga?...mas sem luta é melhor...o prazer de viver escancara a alegria que nos ronda...né?

Bjãozão, de intervalo em intervalo...viva a vida!

Denise disse...

Se for pra arrepiar, que seja de emoção, né meu querido? E aquecer-nos uns aos outros faz bem pro coração...esse que palpita, nos intervalos doces da vida...

Beijo, Poeta...da Poesia!

Denise disse...

Mi_nina querida...que num desses intervalos a gente vai se cruzar, não tenho dúvidas...e serão inesgotáveis os frutos da alegria que esse encontro vai gerar, ah isso serão!!

Bora fazer as malas?...rsrsrs
Bjoooooo

manuel marques Arroz disse...

Um intervalo cheio de ternura,sê feliz minha querida,tanto nos intervalos como fora deles.

Beijo meu.

Denise disse...

Obrigada, Manuel, pelo carinho sempre explícito e presente...sejamos felizes nós todos, né meu querido???

Linda semana, bjo com afeto!

Marcio JR disse...

Tristeza e alegrias andam sempre juntas. Se uma não vem, a outra está sempre presente. Sempre queremos a alegria, mas aprendemos tanto na tristeza, não é?

Denise, grato pela visita em meu novo blog, ou melhor, em meu novo recomeço. Seja sempre bem-vinda. Abraços.

Marcio.

Ps.: Vc é de Curitiba, não é?

Cristina disse...

Você tem razão melhor preferir a alegria, almejar por ela. Esperar sempre o melhor para cada momento. Obrigada pelas flores minha amiga, elas me reanimaram e me fizeram assim como você optar pela felicidade e esperança. Um beijo em seu coração!!!!

Denise disse...

Oi Marcio, sou sim.

E concordo com vc, na tristeza se aprende muito, o perigo é transformar em amargura o aprendizado, não é?

Um beijo

Denise disse...

O otimismo abre algumas portas, pq nosso olhar fica mais receptivo...né, Cris?

Eu amo flores, elas falam...
Um beijo, querida, boa semana!

Sissym disse...

Denise, como vai voce?! Quanto tempo!

Eu tambem prefiro ser mais alegre do que triste, ao menos vou fazendo como a garoa, molhando com delicadeza o que estiver seco demais.

Beijos

Denise disse...

Oi Sissym, eu tô bem, feliz com tua presença, e adorei teu modo de regar a vida....lindo!!!

Beijo pra vc, com carinho!