“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


28 de out de 2011

Agradecimentos...

Meus amigos queridos, que por aqui passaram e em seus cantinhos me mimaram com seus posts adoráveis - vou ousar pedir-lhes que aguardem-me tão logo a noite de sono me refaça das emoções lindas que vivi, aqui na blogosfera entre amigos, e amigos e familiares que celebraram comigo o início de um ano novo.
Não concebo passar pelo Sete Ramos de Oliveira, o Divã (sempre dentro!), o Reserva de Emoções e o Bloguinho da Zizi apressadamente. Adianto que vocês e todos os meus queridos que aqui vieram deixar o perfume de suas presenças cheias de afeto, além dos torpedos, telefonemas, e-mails, mensagens no face (nenhuma comentada ainda!) e orkut, transformaram em genuína alegria e deleite o meu dia - aviso-os de que o aniversário é sagrado pra mim, imaginem então como me fizeram sentir MAIS FELIZ!

Até logo mais, OBRIGADA!!!!!





26 de out de 2011

Aviso pra galerinha:


Retorno sexta-feira, contando novidades
e assoprando velinhas...rs.

Aguardem, vou adorar esta volta festiva!!!

Beijo enorme!!!

17 de out de 2011

Sou grata...




Eu preciso agradecer ao meu pai e deixar minha gratidão ao Pai - por me tê-lo dado nesta vida - e a ambos, pela possibilidade que tenho tido de realizar alguns sonhos, meus e de alguns amores.

Não fosse o primeiro, minha vida diferente talvez não me propiciasse o que ganhei e aprendi; e sem o segundo, desconheceria alguns valores fundamentais, como a gratidão.

Feliz e grata, enalteço o amor a meu pai, e a Deus Pai!



Gratidão!





Obrigada por depositar tantas flores no meu caminho...


16 de out de 2011




Enquanto o aprendiz insistir em depositar fora de si - no outro ou nas coisas - as causas de suas angústias, sofrimentos, dissabores, infortúnios, desprazeres, insatisfações...continuará o aprendizado, até perceber que é o único responsável por tudo que vive.
Esta foi uma das mais difíceis lições. Descobri que o silêncio é um grande professor, mas ouvi-lo é ficar mestre nas intuições e acertar mais nas escolhas, nas decisões...


15 de out de 2011

Três passos...




"Você bloqueia seu sonho quando você permite que
seu medo fique maior do que a sua fé."
Mary Manin Morrisey


"Qualquer pessoa que esteja passando por dificuldades, frustrações e tristezas deve entender que: Tudo isto pode ser passageiro! Eu disse pode, não que será. É necessário esforço e dedicação para superar as barreiras que são impostas a nós. Siga estes 3 passos:

1) Foque no futuro e não no problema. Viva por objetivos audaciosos, na falta destes sonhos, sua mente irá focar em problemas e dificuldades.

2) Concentre-se em suas forças e principais qualidades. Acredite! Você é melhor do que você imagina e já possui mais atributos do que precisa para transformar seus sonhos em realidade. Descubra-os e utilize-os.

3) Seja responsável. Você é mais privilegiado do que imagina! Milhares de pessoas no mundo estão passando por grandes privações, assim: Pare de chorar e comece a agir. Quanto mais privilegiado somos, mas responsáveis devemos ser com nossas vidas.

E lembre-se: VIVA INTENSAMENTE!!

(Vilella da Mata)


13 de out de 2011

Ê lere...rsrs





Felicidade é isso que você está construindo enquanto vive, CAPRICHE!!!


Caminho do coração!


Ditado Inca:

"Existem três caminhos: o certo, o errado e o do coração.
O caminho certo nem sempre é o certo;
O caminho errado nem sempre é o errado;
O caminho do coração é sempre o caminho do coração."




Em uma conversa despretensiosa, ouvi esta consideração interessante, e me pus a pensar então, sobre a existência dos três caminhos: o certo, o errado e o do coração. O certo, que nem sempre é certo, o errado também, e o do coração, que é o que nos leva onde precisamos chegar, pra viver o que precisamos aprender.
Não sei quanto a você, mas eu tenho essa necessidade, cada vez mais urgente, de seguir o coração. Revendo as decisões que tomei movida pela emoção da raiva, do medo do desconhecido, pela lógica, praticidade e raciocínio puro, entendo porque algumas naufragaram, outras deram errado ou me levaram a lugar nenhum - exceto à frustração. Refletindo com a mesma verdade, percebo que foi quando o coração tomou o lugar e assumiu a direção das escolhas que senti preenchidos de paz os meus sentidos, encontrei eu o sentido que buscava - e mais, aprendi que não dependeu de minha vontade os caminhos ou tempo empreendidos, nem obtive ausência de momentos de tensão ou motivos de sofrimento, porém, cheguei onde desejava, ou precisava estar.
Muitas vezes, também senti no momento decisório da escolha, que o mais fácil deles parecia ser o caminho certo, uma garantia que verificava depois, fora ilusão.
Como saber a qual voz interior dar ouvidos, então? Bem, comigo demorou a acontecer o silêncio que envolve esse ouvir, e ainda me pego na dúvida de quem não aprendeu a silenciar o Ego, aquela parte nossa que tem ares de sábio e argumentos que nos convencem, distraindo o silêncio com seu constante matraquear, um compulsório ônus pago pelo aliciamento que permitimos à nossa atenção, angariando um falso conforto enquanto maquia as sensações de alerta, travestindo-as da confiança que faz as melhores escolhas.
Não sei também se te acontece coisa semelhante, mas já percebi que existe uma tendência a se acumularem decisões importantes - parecem até vinculadas umas às outras, notável é a artimanha do nosso vilão maior, o Ego - e essa tramóia que visa confundir-nos (ou acelerar nossas escolhas) acaba nos empurrando para o medo. Claro, tudo se mistura e ganha contornos nebulosos, sentimos até arrepios internos - que chamamos avisos, e de fato são, para que despertemos! Mas, naquele instante sufocante da escolha que nos obriga decidir qual caminho, tenho pra mim que quando é a mente (Ego) quem assume o controle, o coração lamenta não ter sido ouvido. Desconfio que é desse instante que nascem as lágrimas - presas ou não.

Feliz teu dia, Zizi!





Uma pessoa incomum é aquela que não se encontra com facilidade. No entanto, mais do que ser rara, é um Ser extraordinária, é ter muitos méritos, um coração viciado em amar. Uma alma transparente, generosa e acolhedora.
Tudo isso combina com ela. É sinônimo dela. Não bastasse o que é, também sonha - e realiza! Idealiza e constrói, vence o medo e chega onde sonhou, levando consigo adeptos de suas ideias e torcedores incansáveis - nos bastidores, nos corredores, nos computadores.

Hoje o dia é de festa, de entoar a canção de felicitar e celebrar a vida.
Então Zizi, parabéns pra você, nesta data, minha querida - e em todos os dias da tua vida!
Que sejam muitas as felicidades nos tantos anos de vida - em que seguiremos cantando, a você abraçando e tua existência comemorando.
Obrigada pela presença carinhosa em minha vida, pela palavra de conforto na hora mais necessária, pelos risos e sonhos compartilhados, pelas lições que me ensina amorosamente, e pela permissão de fazer parte do teu mundo.
A coisa comum de ver em você é a fé que transmite, a força que ampara e o amor que divide.

Parabéns amada minha, uma chuva de bençãos e muitas alegrias neste teu dia!
Um enorme abraço, que te envolva e transmita meu bem querer!!



* Perdoe o furto dessa tua foto linda, tá bom?

12 de out de 2011

Meu dia foi assim:




Este não foi um dia de crianças, pra mim, foi um dia de estar com elas!
A Associação Padre João Ceconello é mantenedora da Casa Menino Jesus, cujo trabalho é de Acolhimento Institucional a crianças e adolescentes encaminhadas pelo Poder Judiciário. A estrutura abriga por volta de 50 crianças, contando com uma equipe multiprofissional que desenvolve trabalho qualificado com as crian'vcas, assim como com suas famílias nucleares e extensas, visando o retorno familiar.

Alguns voluntários organizam e participam ativamente de eventos que visam garantir complemento às necessidades que têm, enquanto algumas pessoas contribuem com gêneros alimentícios e de higiene - todos levando sua parcela de carinho, maior bem que pode ser ali consumido, e partilhado. Abracei essa causa há mais de um ano, embora faça menos do que gostaria. Me pergunto se são suficientes estas ações, e sempre concluo que não...

Neste dia da criança, cada um de nós adotou uma delas, levando um brinquedo. Por isso meu dia começou cedo, passando pelo supermercado - com uma amiga - para providenciarmos antes de seguir viagem, bastante leite, achocolatado e biscoitos recheados, bem ao sabor deles!

Carro cheio de guloseimas e amor, fomos cantando, ainda que o tempo fosse ficando cinza no nosso horizonte. A tarde programada estava reservada ao afeto e cuidados infantis, e assim foi: usamos nosso calor para rivalizar com o tempo úmido.

Minha afilhada era um bebê de pouco mais de 8 meses, já caminhando, uma menina esperta e precoce. Ela adorou o presente - do Patati - e mostrou que será vaidosa, adora um espelho!!...rs
Por razões óbvias não posso postar fotos deles, mas asseguro a vocês que foi uma tarde animada, crianças passando arrastando seus carrinhos, sentadas montando seus brinquedos, jogando, vestindo e desvestindo bonecas. Ruidosas, porque felizes! Os adultos espalharam-se pelos sofás e tapetes, dividindo a alegria de estar ali, segurando uma mãozinha, dando um colo, distribuindo abraços, dando atenção e carinho - os pacotes desfeitos coloriram o chão, mas era nos rostos que a beleza se estampava. Só não sei dizer se mais no rosto deles, ou nos nossos. Emprestei àquele bebê meu colo, atenção e afeto de vó. Agora, vou segredar pra vocês...ela me fez tanto bem, que o pouquinho que dei, recebi multiplicado muitas vezes!!!


11 de out de 2011

Crianças, Parabéns!!





O olhar extasiado da uma criança revela sobre ela, mas não conta pra ela sobre seu próprio assombro pelo mundo.




A ingênua, alegre e doce cumplicidade da ternura de simplesmente ser criança!






Um rosto limpo de ensaio, puro na sua expressão mais genuína. Tem coisa mais linda de se olhar?





Para as crianças, neste seu dia, rendo meu amor e deixo minha gratidão pelo tanto que nos ensinam a ser melhores. Deve ser pelo sonho que têm de que lhes ofereçamos um mundo melhor!






8 de out de 2011




O que vale a pena possuir,

vale a pena esperar.


Caio Fernando Abreu