“Planto flores no caminho para que não me faltem as

borboletas. Foram elas que me ensinaram que o casulo

não é o fim. É o começo."

Day Anne


29 de set de 2008

Ouvindo tua presença...



Os passos ressoam, e o contorno da tua imagem se desenha nas sombras da parede à meia luz.

No silêncio que dispensa palavras, os olhos se buscam e encontram ressonância no brilho da carícia muda.

Até de olhos fechados é possível ver o ir e o vir de um aposento para outro, parando aqui e ali só para confirmar a delícia que é a um passo estar de ti...poder ouvir tua presença!

♥ Denise